quarta-feira, 30 de novembro de 2011

ALEAM homenageia os 10 anos do Colégio Nossa Senhora do Rosário, de Itacoatiara

Colégio Nossa Senhora do Rosário é um exemplo a seguir. Apesar da distância e das dificuldeades tem conseguido os melhores índices no ENEM.


Bispo, Deputados e diretores do Colégio após a linda homenagem
 ao Colégio dá orgulho ao povo do Amazonas

De iniciativa do deputado estadual Cabo Maciel (PR), presidente da Comissão de Segurança Pública (CSP) da Assembleia Legislativa do Amazonas (ALEAM), o Colégio Nossa Senhora do Rosário, localizado à rua Adamastor de Figueiredo, do município de Itacoatiara (270 quilômetros de Manaus) recebeu homenagem no plenário Ruy Araújo, pelos 10 anos de atuação no Amazonas em especial ao município de Itacoatiara. Um colégio de cunho civil e filosofia católica, com estatuto próprio, sem fins lucrativos e fundada no dia 28 de agosto de 2000.

Dep. Cabo Maciel destaca direção e professores do Colegio
Nossa Senhora do Rosário pelo excelente trabalho
A sessão foi presidida pelo deputado estadual e presidente deste Poder Ricardo Nicolau (PSD) e composta pelo deputado Cabo Maciel, pelo Bispo Dom Carillo Gritti, professora Gracilene Guedes, professora Deusa Zeferino e pela vereadora Elenise Holanda Veiga representando a Câmara Municipal de Itacoatiara.
Em seu pronunciamento, o deputado explicou que o Colégio Nossa Senhora do Rosário é um estabelecimento particular de ensino que tem como diretor-presidente o bispo Dom Carillo Gritti, diretor-financeiro Admilson Berger e as diretoras de ensino Delsa Zeferino e Gracilene Guedes.
 
Diretores e professores do Colégio
Para o parlamentar, o colégio tem se transformado numa referência para o ensino em Itacoatiara funcionando há dez anos e com um número de alunos no turno matutino de 152 alunos e no turno vespertino de 179 alunos, perfazendo um total de 331 alunos. Hoje o colégio possui um total de 40 funcionários trabalhando diuturnamente.

Importância e responsabilidade
Segundo Cabo Maciel, devido ao grau de importância e responsabilidade do corpo docente da instituição o colégio conseguiu efetivar um grande número de alunos aprovados nas universidades públicas do Estado. Em 2003, 74%; 2001, 62%; 2005, 75%; 2006, 73%; 2007, 77%; 2008, 100%; 2009, 81% e, em 2010 70% em áreas importantes como Direito, Contabilidade, Medicina e Administração.
Professores, convidados e alunos do N.S. do Rosário
No Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) e sua utilização como forma de seleção unificada nos processos seletivos das universidades públicas, o colégio também obteve boa colocação, tendo em 2008 a 6ª colocação; em 2009, a 5ª colocação e, em 2010, a 7ª colocação no Amazonas, mostrando que o colégio tem compromisso com o ensino de qualidade.
 
 
De acordo com Cabo Maciel, o colégio Nossa Senhora do Rosário apresenta como diferencial, o compromisso com o ensino, a disciplina, cinco horas de aula diária, aulas aos sábados, aulas extras para reforços e simulados, projeto interdisciplinar com ênfase ao empreendedorismo para o ensino médio e, acima de tudo, profissionais qualificados e comprometidos em levar educação com qualidade para o corpo discente da instituição.
 
 
Entre as melhores
Deputados prestigiaram a Sessão Especial

O presidente da Assembleia Legislativa do Amazonas (ALEAM), deputado estadual Ricardo Nicolau (PSD), destacou que o Colégio Nossa Senhora do Rosário, de Itacoatiara, está entre as melhores instituições do Estado, contribuindo para o desenvolvimento da região. “A escola dá um exemplo de excelência e qualidade no ensino. Serve de modelo para as outras unidades educacionais. Quero parabenizar a todos os professores, alunos e a diretoria da unidade de ensino pelos dez anos de fundação, lembrados com essa homenagem justa e merecida proposta pelo deputado Cabo Maciel”, assinalou o parlamentar, durante a solenidade na ALEAM.
 
 
Professores e alunos do Colegio N.S. do Rosário
O diretor-presidente do Colégio Nossa Senhora do Rosário, Dom Carillo Gritti recebeu das mãos do presidente Ricardo Nicolau e do deputado Cabo Maciel uma placa comemorativa assinalando a frase “Feliz quem semeia as virtudes da educação na esperança de colher a plena cidadania. A Assembleia Legislativa do Amazonas festeja e aplaude os 10 anos de existência do Colégio Nossa Senhora do Rosário em reconhecimento aos incontáveis e nobres feitos por seus colaboradores e gestores em favor da edificação de uma sociedade democrática e socialmente justa em Itacoatiara”.
 
 
Para a vereadora Elenise Holanda, esse momento especial veio em bom tempo para o município de Itacoatiara por destacar o ensino e o mérito que o Colégio Nossa Senhora do Rosário proporciona aos alunos do município de Itacoatiara.
 
 
Bispo de Itacoatiara D. Carillo

Já Dom Carillo Gritti agradeceu não só ao deputado Cabo Maciel, autor da homenagem, mas também, aos deputados Sidney Leite (DEM), Belarmino Lins (PMDB) e Conceição Sampaio (PP) pelas bonitas palavras destacando não só o colégio, mas o ensino de qualidade que ele vem proporcionando nesses 10 anos de atividade no município.

Reunião entre militares e governo acaba sem acordo

Esposas, filhos, irmãs de policiais e bombeiros militares fazem caminhada pelas ruas de São Luis.

Glaucione Pedrozo
Crise na Segurança

Acabou sem acordos a reunião entre Governo do Estado e Militares na tarde de hoje (30) na OAB-MA.João Alberto, representante do Executivo na negociação, disse que não vai mais negociar o acordo com representantes de fora do Maranhão, pois "eles não conhecem a realidade do nosso Estado".
Na mesa de articulação, estava o baiano Marcos Prisco, da Associação Nacional dos Praças, representando os militares maranhenses e o Coronel Medeiros Filho do Exército brasileiro, do Rio de Janeiro.
Os militares devem analisar e discutir as propostas com a categoria ainda na noite de hoje (30) e posteriormente deverão realizar uma nova reunião com o governo na sexta-feira, às 14h para tentar por fim à paralisação.

Amazonas cria Comissão para garantir segurança na Copa 2014


Coronel Dan Câmara foi escolhido como coordenador técnico.

Portaria assinada pela Secretaria de Segurança Pública.

Por: Tiago Melo - do G1/AM

A portaria que cria a Comissão Temporária de Segurança para Grandes Eventos (CETESGE) foi assinada nesta terça-feira (29) pelo secretário de Segurança Pública do Amazonas, coronel Paulo Roberto Vital.
Dan Câmara vai assumir a Comissão

A comissão, compostas por 15 membros, tem o objetvio de atender as necessidade de planejamento das ações de segurança pública para a Copa do Mundo de 2014.
O coordenador-executivo da Unidade Gestora do Projeto Copa (UGP Copa), Eraldo Boëchat Leal, fez uma explanação sobre o plano para o policiamento no entorno dos locais que concentrarão maior densidade de público.
Como coordenador técnico foi escolhido o ex comandante da Polícia Militar, coronel Dan Câmara. De acordo com o coronel Câmara, todos os órgãos de segurança pública das três esferas do poder público compõem a comissão.
Dentro do planejamento operacional, o coronel destacou a intensificação da atividade policial integrada, a melhora no atendimento ao turista, a educação e valorização do patrimônio e o aumento na aparelhagem de segurança, como as principais medidas a serem enfatizadas.

Cabo Maciel presta homenagem ao Colégio Nossa Senhora do Rosário

Deputado Cabo Maciel afirma: exemplo a ser seguido:

2008 - 6a. colocação no ENEM

2009 - 5a. colocação no ENEM

2010 - 7a. colocação no ENEM


Dom Carillo, Dep. Ricardo Nicolau e Dep. Cabo Maciel
Para o deputado estadual Cabo Maciel (PR), a Sessão Especial realizada no plenário da Assembleia Legislativa do Amazonas (ALEAM) tem por finalidade homenagear o Colégio Nossa Senhora do Rosário, do município de Itacoatiara (distante 270 quilômetros de Manaus) pela passagem dos 10 anos de atividade e bons serviços prestados ao Estado do Amazonas.

O parlamentar explicou que o colégio foi implantado em meados dos anos 60 sob a gestão das irmãs Dorotéias e, posteriormente, pelas Adoradas do Preciosíssimo Sangue, passando a ser mantido pela Secretaria de Educação e Cultura do Estado do Amazonas (Seduc), devido a questões financeiras difíceis que as entidades que mantinham anteriormente vinham enfrentando.
Dom Carillo ,Diretores e Deputados Maciel e Ricardo Nicolau

“Por esse motivo a escola recebeu nova denominação passando a chamar-se Escola Estadual Nossa Senhora do Rosário, atendendo a uma clientela de 1ª a 4ª séries do ensino fundamental, durante o período de 24 anos de3 serviços prestados à comunidade itacoatiarense”.

Cabo Maciel ressaltou que o prédio onde funciona o colégio sempre foi de propriedade da Prelazia de Itacoatiara, que levou, em novembro de 2001, o bispo Dom Carilo Gritti, considerando os apelos da comunidade católica , a retomá-lo para a implantação de uma escola particular de filosofia católica, atendendo os níveis de ensino fundamental e médio.
Dom Carillo fala a imprensa

Segundo o deputado, o ensino fundamental, naquela época em regime de oito anos e o médio, ambos iniciados no ano de 2001 com quantitativo de 251 alunos tiveram seu funcionamento autorizado no mesmo ano, através da resolução n° 068/2001-CEE/AM.

“Já no ano de 2009, o Colégio Nossa Senhora do Rosário passou a trabalhar com o ensino fundamental com alunos de nove anos de idade priorizando o atendimento a alunos com idade de seis a 14 anos e no ano de 2007 o ensino médio foi reconhecido, conforme resolução n° 24, de 25 de março de 2008.
Alunos tomaram conta da ALEAM

Para Cabo Maciel, as ações e as práticas educacionais desenvolvidas pelo Colégio Nossa Senhora do Rosário estão em consonância com os fins e os princípios da Educação Nacional, estabelecidos na Constituição Federal e na Lei n° 9.394/96, vinculando-se ao sistema estadual de Educação, motivo que o levou a solicitar essa homenagem que se justifica pelo trabalho desenvolvido na formação de cidadãos, de cristãos verdadeiros e de seres mais humanos.

terça-feira, 29 de novembro de 2011

Cabo Maciel se solidariza com policiais grevistas do Maranhão

O deputado Cabo Maciel lidera a maior entidade de policiais militares do Amazonas, que congrega hoje, cerca de 5.400 associados. A cobrança é grande e a expectativa ainda maior.


O movimento grevista das polícias Militar e Civil e Corpo de Bombeiros, do Estado do Maranhão, recebeu total solidariedade do deputado estadual Cabo Maciel (PR), na manhã de hoje (29), durante pronunciamento no pequeno expediente, quando se mostrou inconformado com a atitude tomada pela governadora do Maranhão, Roseana Sarney, em chamar as forças armadas para tentar impedir o movimento paredista.
Dep. Cabo Maciel vem articulando com seus pares

Com a deflagração da greve, o governo do Maranhão pediu apoio da Força Nacional para garantir a segurança da população e tropas estão nas principais cidades do Estado, situação que não foi vista com bons olhos pelos organizadores do movimento e pela própria população que viram na ação um ato ditatorial por parte da governadora maranhense.

A solidariedade do parlamentar foi apresentada ao saber que os policiais civis do Maranhão decidiram se juntar à greve iniciada por bombeiros e policiais militares do estado na semana passada. O movimento paredista foi decidido em assembleia realizada na noite de segunda-feira (28), com o sindicato da categoria decidindo pela paralisação imediata das atividades.
Dep. Cabo Maciel com dirigentes das entidades de classe da PMAM

A greve no Maranhão, segundo Cabo Maciel, atinge cerca de 40% do efetivo de 7 mil homens, incluindo policiais e bombeiros. Os militares pedem aumento de 30% no salário e os delegados de polícia querem melhorias no plano de cargos e salários.

De acordo com o parlamentar, hoje, o salário pago a um policial militar no Maranhão é vergonhoso, por isso, está solidário ao movimento da categoria juntamente com as associações das polícias e corpo de bombeiros militar do Estado do Amazonas, das entidades do Clube dos Oficiais, Sub-tenentes e Sargentos, Cabos e Soldados e das associações da Reserva e da Esposas dos Policiais Militares do Amazonas.
Dep. Cabo Maciel reune em Parintins e fala sobre a Lei

Cabo Maciel afirmou que não tem dúvidas de que o governador do Amazonas, Omar Aziz (PSD) por já ter sido secretário de Segurança do Estado e conhecer como ninguém a situação da segurança pública no Amazonas dará à Policia Militar e aos Bombeiros Militares do Amazonas o mesmo tratamento dado aos policiais civis.

Segundo Cabo Maciel, como parlamentar, ele tem se empenhado bastante e está aguardando com muita ansiedade, a aprovação da lei de subsídios por ser o foco principal para as polícias e bombeiros militares, dando uma resposta a essas categorias, conseguindo melhorias salariais nos mesmos moldes que foram dados aos policiais civis quando foram chamados para negociar.
Os alunos soldados que breve serão incorporados a PMAM

O deputado Cabo Maciel parabenizou a Associação Nacional dos Praças pelo empenho que tem dado em todos os movimentos efetivados pelos policiais militares e civis no país, pois sabe do momento de dificuldades que a segurança pública tem passado, principalmente, pela falta de investimento e pela falta de efetivo em todos os estados do país. Para ele, o Estado do Maranhão não vive uma situação diferente, pois paga um salário de miséria aos seus militares e a estrutura da Segurança Pública é vergonhosa.
Em tom de desabafo, Cabo Maciel foi taxativo ao afirmar que a “era Sarney” no Maranhão já acabou e que a governadora Roseana Sarney deve parar de ameaçar o movimento que está sendo feito no Estado, em relação à Segurança Pública, invadindo a Assembleia Legislativa com o Exército Brasileiro para tentar impedir o movimento. Para ele, não é dessa forma que um governante age. Ele deve chamar os representantes do movimento para negociar e não ameaçar com a força nacional.
Policiais unidos pela Lei de Subsídio

“Hoje, a situação está insuportável no Maranhão, pois a parte administrativa da Assembleia Legislativa está funcionando normalmente, mas a área externa está tomada por policiais e bombeiros militares e, desde ontem (28) pela Polícia Civil que, também, aderiu ao movimento”, explicou o deputado.
Para Cabo Maciel, o tempo da governadora do Maranhão também está acabando, pois hoje ela já possui oposição dentro do Estado. “O tempo de ditadura já acabou a Polícia tem que ter vez e voz com a governadora chamando pacificamente os organizadores do movimento para saber qual a demanda e, dentro da melhor forma fazer a negociação”, destacou Cabo Maciel.

Lideres da PMAM aguardam posicionamento do governador Omar

Lei de Subsídio !

Cmte. da PMAM e Deputado Cabo Maciel
O presidente da Comissão de Segurança Pública da Assembleia Legislativa do Estado, deputado Cabo Maciel disse que como oriundo da Polícia Militar, tem certeza que o governador Omar Aziz irá convocar os representantes das entidades de classe da Polícia Militar e com certeza dará o mesmo tratamento dado aos policiais civis.
Lembrou Cabo Maciel que antes de assumir o cargo mais importante do Estado, Omar Aziz já foi Secretário de Segurança e Vice-Governador e conhece como ninguém a Segurança Pública do Estado.
Concluiu que está juntamente com as lideranças dos policiais militares está aguardando um encontro do governador Omar Aziz para discutir a Lei de Subsídio que hoje, é o principal foco dos policiais militares do Amazonas.
O parlamentar vem tratando do assunto politicamente, uma vez que algumas questões não depende dele, mas do apoio dos 23 deputados que integram a bancada.



segunda-feira, 28 de novembro de 2011

Polícia Civil do Maranhão decreta greve e se une a PM


Com a decretação da greve dos policiais civis se aprofunda crise na segurança


Fonte: Folha.com (SÍLVIA FREIRE)
A partir desta terça (29) policiais civis páram

A Polícia Civil do Maranhão decidiu na noite desta segunda-feira,(28) em assembleia, decretar uma greve por tempo indeterminado a partir de amanhã. Será a quarta categoria de profissionais da segurança pública a parar no Estado.
Prisão de PMs grevistas no Maranhão é improcedente, diz auditor
PMs em greve invadem Assembleia e mantêm vigília no Maranhão
Após a assembleia, os policiais seguiram em passeata, pelas ruas de São Luís, até a Assembleia Legislativa do Estado, onde policiais militares e bombeiros estão acampados.
PMs, delegados da Polícia Civil e bombeiros estão em greve desde a semana passada.
O policiamento das ruas da capital do Estado e das principais cidades do interior está sendo reforçado por homens da Força Nacional de Segurança e por soldados do Exército.
Os policiais civis estão solidários às reivindicações dos policiais militares e bombeiros, que pedem reajuste de 30%.
Segundo lideranças do movimento, metade dos policiais civis vão manter as atividades a partir de amanhã para atender casos urgentes e flagrantes.
PC cruza os braços
Metade dos delegados da Polícia Civil também estão trabalhando. Eles reivindicam do governo o envio de uma proposta de emenda constitucional para a Assembleia Legislativa reconhecendo o cargo como sendo carreira jurídica.
O governo do Estado disse que está em estudo uma proposta de plano de carreira e realinhamento salarial para todo o funcionalismo, entre eles os policias civis e militares e os bombeiros. A proposta reivindicada pelos delegados, segundo a assessoria de comunicação do governo, já foi enviada à Assembleia.

Oficiais dos Bombeiros aumentam a adesão à greve dos militares

GREVE DOS MILITARES NO MARANHÃO

Apesar da multa estipulada pela Justiça do Maranhão os policiais grevistas não recuam e se mantém unidos com o movimento que acaba de ganhar novas adesões.


Por: Michel Sousa
Oficiais dos Bombeiros se juntam aos grevistas

A greve da Polícia Militar do Maranhão ganha mais 25 oficiais do Corpo de Bombeiros Militar aderiram ao movimento. O contingente atuava na segurança do Aeroporto Marechal Hugo da Cunha Machado. Os oficiais vieram em grupo, marchando para a Assembléia Legislativa, onde se uniram aos colegas grevistas. O coronel do Corpo dos Bombeiros, Valmir Medeiros Filho, afirmou que após conversa com parlamentares e com líderes do movimento dos militares que se encontram acampados na Assembléia Legislativa do Maranhão, a 7ª Companhia também decidiu paralisar as atividades.

A categoria busca reajuste salarial e melhores condições de trabalho, como modificações de critérios de promoção e reorganização do quadro de oficiais, implementação da jornada de trabalho de 44 horas semanais e eleição do Comandante Geral da Polícia Militar.
Apesar da ameaça militares prometem manter a greve

Após a adesão, houve rumores de que o aeroporto seria fechado, o que não ocorreu. A reportagem entrou em contato com o setor de Supervisão do aeroporto. Foi informado que o local funcionará normalmente, pois, a segurança é realizada por homens da Polícia Federal (PF) e Força Aérea, desde o início da paralisação.

O movimento grevista ganhou mais força com o apoio de 70% da força de segurança da 7ª Companhia da PM, do município de Rosário. Eles confirmaram ontem que se unem ao grupo e farão mobilização em seus postos para conseguir mais adesões. Policiais de Bacabal também estiveram na Assembleia Legislativa ontem.
Redes sociais ajuda na mobilização dos PMs

A chegada dos novos reclamantes foi marcada com uma marcha iniciada desde o inicio da entrada da AL e acompanhada a base de salva de palmas dos militares já aderentes ao movimento. Para um dos líderes do movimento grevista, Roberto Campos Filho, nossas reivindicações estão dentro da possibilidade do governo e eles são os maiores responsáveis por este movimento. "O governo propôs que suspendêssemos o movimento para negociar, só que rejeitamos a proposta. Se o governo quiser vamos negociar e após documentos assinados garantindo nossos direitos suspenderemos a paralisação", declarou. A Assessoria do Governo do Estado informou que as ações de segurança estão sendo realizadas para garantir a ordem na capital e que há efetivo para suprir a falta do contingente que está em paralisação.

Boatos de que o exército poderia invadir a AL deixa clima tenso entre o movimento

O movimento ganha adesão dos oficiais do Corpo de Bombeiros


O Imparcial
Os policiais militares fazem barricada

Nesta manhã, o clima na Assembleia Legislativa foi tenso, tudo começou quando surgiu uma informação que Exército poderia invadir a Assembleia. O movimento paredista, imediatamente se preparou estrategicamente, formando grupos. Alguns fizeram barricadas tentando impedir a entrada de qualquer pessoa, outros fizeram varreduras na área da reserva, para que não fossem pegos desprevenidos
Movimento aumenta no Maranhão

O clima tenso só aliviou quando o presidente da comissão de Segurança, o deputado Zé Carlos (PT) e o comandante do Gabinete Militar da Assembleia, Coronel Pinheiro Filho, desmentiram a informação.

Grupos de prontidão estão montados porque não é a primeira vez que surge este tipo de notícia, então eles tentam se cercar de garantias. A todo instante o pessoal se mobiliza, entoando palavras de ordem e hinos da PM e Bombeiros. A parte administrativa da Assembleia está funcionando normalmente, porque o movimento paredista está acampado do lado de fora da Casa.
Governadora Roseane Sarney

Apesar do clima tenso, os paredistas garantem que o funcionamento da Assembleia não será afetado e que as sessões, bem como as demais atividades da Casa podem ser realizadas sem maiores problemas. Entretanto, houve cancelamento de uma audiência pública que discutiria, na manhã desta segunda-feira (28), o projeto de lei Escola sem Drogas. A nova data ainda não foi definida pela comissão temática de Educação da Assembleia Legislativa.

Depois de todo esse alvoroço os paredistas estão saindo da AL para realizar uma passeata. Eles estão empunhando bandeiras do Maranhão

Policiais civis e militares iniciam treinamento em simulador

O deputado Cabo Maciel confirmou que vai acompanhar de perto a preparação dos novos alunos soldados para evitar que eles cheguem as ruas sem o devido preparo.

Os alunos soldados treinam todos os dias no estande 

Policiais civis e militares estão em plena atividade de instrução de tiro com o uso do estande virtual do simulador de tiros, ferramenta adquirida pelo Governo do Estado para aperfeiçoamento dos agentes da segurança pública do Amazonas.

De acordo com o diretor-geral do Instituto Integrado de Ensino de Segurança Pública (Iesp), coronel PM Francisco Chagas, os comandos de cada polícia serão responsáveis pela programação para uso do equipamento, que tem capacidade de treinar até 100 policiais por turno e ficará disponível durante quatro dias por semana, ficando um dia para manutenção. Nesta quinta-feira, o treinamento começa com policiais civis.
Os novos veículos da PMAM

O simulador é formado por seis telas de alta resolução, que simulam cenários realistas para a prática de tiro e cobrem os 360º do campo de visão do aluno. As imagens são projetadas, substituindo os tradicionais alvos de papel.

A tecnologia foi desenvolvida nos Estados Unidos e já é usada há mais de dois anos no treinamento de policiais do Estado do Amazonas. Desde 28 de outubro, o simulador está funcionando no Batalhão de Choque da Polícia Militar, no quilômetro 17 da AM 10 (Manaus-Itacoatiara), antigo Centro de Formação e Aperfeiçoamento de Praças (CFAP).

Cabo Maciel pede construção de um ginásio coberto na Costa da Conceição

O deputado Cabo Maciel tem percorrido nos fins de semana diversas comunidades ribeirinhas da região de Itacoatiara, Itapiranga, São Sebastião do Uatumã e Silves.

Dep. Cabo Maciel reúne com os moradores

O deputado estadual e presidente da Comissão de Segurança Pública da Assembleia Legislativa do Amazonas (CSP/ALEAM), Cabo Maciel (PR), em seu pronunciamento destacou as ações do Governo do Amazonas que tem buscado investir maciçamente na estrutura educacional, proporcionando aos personagens envolvidos nesse processo, melhores condições para atingir uma educação com qualidade, conseguindo resultados práticos e efetivos.
Chegada do Dep. Cabo Maciel

O parlamentar citou como exemplo, a construção de ginásios poliesportivos cobertos junto às escolas estaduais como instrumentos de contribuição para a consecução desse objetivo, uma vez que a prática de esportes contribui para o melhor desenvolvimento do processo ensino-aprendizagem.

De acordo com Cabo Maciel, a maioria das escolas estaduais situadas no município de Itacoatiara (a 270 quilômetros de Manaus) conta com esses anexos esportivos, inclusive, com acesso facilitado para a comunidade em geral, promovendo a integração da escola com a comunidade, incluída nesse rol a Escola Estadual Sérgio de Mendonça de Aquino, na Vila de Novo Remanso.
Os jovens da região pedem ginásio

“No entanto, a Escola Estadual Anília Nogueira da Silva, localizada na comunidade Nossa Senhora das Graças (Costa da Conceição), zona rural do município de Itacoatiara, que atende, além dos alunos da comunidade, os das comunidades Nossa Senhora do Perpétuo Socorro, Boca do Padre, São José da Trindade, Nossa Senhora da Conceição, Cristo Redentor, Ressaca do Cumaru, Nossa Senhora da Paz e São Pedro da Iracema (todas na Costa da Conceição), entre outras, ainda não possui um ginásio poliesportivo coberto junto à sua estrutura física, o que inviabiliza a prática de esporte assistida, tornado-se esta a principal reivindicação dos moradores e alunos dessas comunidades, considerando-se, inclusive, a distância que os separa da sede municipal”, ressaltou.
Porto da comunidade

Ante ao exposto, Cabo Maciel apresentou requerimento à Mesa Diretora da ALEAM para que encaminhe em forma de indicação ao Governo do Estado, a solicitação de construção de um ginásio poliesportivo (coberto) para atender as escolas localizadas na Comunidade Nossa Senhora das Graças na Costa da Conceição, obra essa que vai atender oito comunidades, cujos alunos, precisam dessas instalações para a prática de exercícios físicos.

domingo, 27 de novembro de 2011

Força Nacional acionada para ajudar no policiamento do Maranhão

A governadora Roseane Sarney está preocupada com a resistencia dos grevista, uma vez que a familia dos militares estão apoiando e se unindo ao movimento. Apesar da decisão da Justiça eles continuam parados.

Justiça decreta ilegalidade a greve dos policiais militares
Foto: Jornal Pequeno
A governadora do Maranhão, Roseane Sarney decidiu retaliar e intimidar o movimento do policiais grevista convocando a Força Nacional e o Exército para patrulhar as ruas de São Luis.
A informação de que o Exército estava vindo para prender os líderes da greve, fez com que os grevistas fizessem o bloqueio na porta da Assembleia Legislativa do Maranhão.
Os militares em greve reivindicam reajuste salarial de 30%; melhores condições de trabalho; reestruturação do plano de carreiras e redução da carga horária de 72 para 40 horas.
Enquanto isso, aumenta o registro de roubos, assaltos e arrastões na cidade deixando a população apavorada.

PMs e bombeiros mantêm a greve e Exército vai às ruas

MARANHÃO

A governadora Roseane Sarney ainda não acenou com qualquer tipo de diálago com os policiais grevistas do Maranhão.
Homens do 25 BC, de Teresina (PI), devem chegar à capital maranhense, nos próximos dias, para reforçar o contingente do Exército.
POR OSWALDO VIVIANI e JULLY CAMILO

Foto: G. Ferreira

Exército toma conta das ruas de São Luis
Policiais militares e bombeiros do Maranhão entram hoje no quinto dia de paralisação sem perspectiva à vista de acordo com o governo. Aproximadamente 2 mil grevistas seguem ocupando a sede da Assembleia Legislativa do estado. Hoje (25), depois de uma noite em que a capital maranhense viveu uma onda de boatos sobre arrastões, 350 homens do 24º Batalhão de Caçadores (BC), comandado pelo tenente-coronel Flávio Botelho Peregrino, saíram às ruas de São Luís, somando-se aos perto de 300 da Força Nacional que já estão no estado. Ao meio-dia, o secretário de Segurança Pública Aluísio Mendes informou que o comando operacional do policiamento do estado passa a ser do Exército, até o fim da greve.

sexta-feira, 25 de novembro de 2011

Deputado Cabo Maciel denuncia superlotação e fossa a céu aberto no presídio de Manicoré

O deputado Cabo Maciel elogiou o trabalho que vem sendo realizado pelo desembargador Sabino Marques conferindo as denuncias que vem sendo feita no plenário da Assembleia.
Deputado Cabo Maciel denuncia outro presídio

Construído na década de 80, o presídio de Manicoré está na lista de inspeção a ser realizada pelo presidente da Comissão de Segurança Pública da Assembleia Legislativa do Estado, deputado Cabo Maciel (PR), devido a inúmeras denuncias chegada ao conhecimento do parlamentar. Dentre as queixas está à existência de inúmeras rachaduras, instalação elétrica e hidráulica deficientes, fossa a céu aberto e superlotação nas celas.

O procurador federal Alexandre Senra, esteve esta semana visitando o presídio de Manicoré e constatou as inúmeras irregularidades existentes, inclusive as celas foram construídas para 24 presos já comportam 70 detentos.
Desembargador Sabino Marques

O líder do PR na Assembleia Legislativa prometeu levar o fato ao conhecimento do presidente do Grupo de Monitoramento Carcerário, desembargador Sabino Marques, para que o assunto entre em pauta na audiência pública que acontecerá no dia 15 de dezembro na sede do Tribunal de Justiça do Amazonas (TJAM).

quinta-feira, 24 de novembro de 2011

Ansiedade toma conta dos policiais militares por um encontro com o governador

O deputado Cabo Maciel disse que aprovação da Lei de Subsídio é o assunto do momento no meio da tropa. Só que essa luta é de todos do praça aos oficiais e coronéis. 

 
O presidente da Comissão de Segurança Pública da Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam), deputado Cabo Maciel (PR), formalizou no início deste mês uma audiência com o governador Omar Aziz (PSD) para tratar juntamente com os dirigentes das entidades representativa dos militares da Lei de Subsídio dos Policia Militar.
Deputado Cabo Maciel só fala na Lei de Subsídio

Cabo Maciel afirmou que foi após assumir sua cadeira no parlamento que a Lei foi retirada da gaveta da Procuradoria Geral do Estado (PGE), onde dormia por mais 213 dias.

Foi em função desta Lei que o deputado Cabo Maciel conseguiu unir ainda mais todos os representantes das entidades militares que juntos conseguiram acompanhar pareceres favoráveis em todos os órgãos oficiais do governo.

Cabo Maciel disse estar confiante de que o governador Omar Aziz vai tratar com a mesma humildade, dinamismo e com a mesma vontade as reivindicações dos Policiais Militares como tratou os sindicalistas da Polícia Civil.

O encontro está sendo aguardado com muita ansiedade pelas lideranças dos policiais militares do Corpo de Bombeiros, das Associações dos Sub-Tenentes e Sargentos, Clube dos Oficiais, Associação da Reserva, Associação das Mulheres Esposas dos Policiais Militares e da Associação dos Cabos, Soldados e Bombeiros Militares do Amazonas, Cabo Maciel afirma que espera que o governador Omar Aziz tome uma decisão em favor da categoria, a respeito da Lei de Subsídio.

Situação precária do presídio de Humaitá será debatido em audiência pública no TJam


Deputado Cabo Maciel reuniu com o desembargador Sabino Marques sobre a situação do presídio de Humaitá.
Deputado Cabo Maciel fala para o interior
O presidente da Comissão de Segurança Pública da Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam), deputado Cabo Maciel (PR) reuniu com o presidente do Grupo de Monitoramento Carcerário, desembargador Sabino Marques e confirmou para o próximo dia 15 de dezembro uma Audiência Pública no Tribunal de Justiça do Amazonas (TJAM), envolvendo vários segmentos ligados à questão carcerária do Amazonas, para que seja debatido o quadro precário em que se encontra a Unidade Prisional “João Lucena Leite” de Humaitá (a 590 Km de Manaus).

O deputado Cabo Maciel tem viagem marcada para Humaitá na próxima semana, juntamente com os membros da Comissão Técnica de Segurança Pública para realizar uma inspeção no presídio, delegacia da Polícia Civil e Unidade da 4ª. Companhia Independente da Polícia Militar.

quarta-feira, 23 de novembro de 2011

Cabo Maciel destaca ação do governador Omar Aziz em favor da Segurança Pública


Os policiais militares estão aguardando com ansiedade por um pronunciamento do governador Omar Aziz.


Dep. Cabo Maciel elogiou ação do governador Omar

O deputado estadual Cabo Maciel (PR), que também preside a Comissão de Segurança Pública da Assembleia Legislativa do Amazonas (CSP/ALEAM), pediu durante seu pronunciamento de hoje (23) que o governador Omar Aziz (PSD) aprove, com urgência, a lei de subsídio e a melhoria da estrutura de trabalho para os policiais militares do Estado do Amazonas.

Cabo Maciel classificou como “de grande visão” a decisão tomada por Omar Aziz em conversar com as lideranças sindicais dos policiais civis que já estava com a deflagração de sua greve marcada para a próxima sexta-feira (25). “São atitudes como essa que engrandece o Governo do Estado que quer verdadeiramente melhorar o sistema da Segurança Pública do Estado”, destacou o parlamentar, lembrando que o governo iniciou o ano com investimento em equipamentos como viaturas, motocicletas, armas, munições, coletes, algemas e concurso público para 2.500 este ano e mais 2.500 para o ano que vem.
Militares cobram aprovação da Lei para o deputado

O parlamentar republicano destacou Omar Aziz como um grande democrata que ouviu as reivindicações e conduziu pessoalmente as discussões com os lideres sindicais da Polícia Civil. “Isso engrandece o governador e não deixa dúvida pelas inúmeras mensagens de parabenizações que recebi ontem (22), através do celular e das redes sociais ressaltando a forma como o governador Omar Aziz trata a Segurança Pública”, assinalou Cabo Maciel.
O deputado agradeceu o apoio que os policiais receberam dos deputados governistas Marcos Antônio Chico Preto (PSD) e Marcos Rotta (PMDB) e, também, do empenho do deputado Marcelo Ramos (PSB) que sempre lutaram em defesa da categoria, que será definida com uma reunião com Omar Aziz, marcada para quinta-feira (24) na sede do Sindicato dos Policiais Civis.
Membros da diretoria dos Cabos e Soldados
Cabo Maciel ressaltou que a Lei de Subsídio é a grande esperança dos policiais militares, pois vem sendo trabalhada desde 2006 para dar sustentabilidade na carreira dos policiais militares. Ela vai beneficiar do soldado ao oficial militar, lembrando ainda que a Lei já tramita muito antes dele assumir sua cadeira na ALEAM.

Cabo Maciel afirmou que foi após assumir sua cadeira no parlamento que a Lei foi retirada da gaveta da Procuradoria Geral do Estado (PGE), onde dormia por mais 213 dias.

Governador Omar deve se pronunciar em breve
Foi em função desta Lei que o deputado Cabo Maciel conseguiu unir ainda mais todos os representantes das entidades militares que juntos conseguiram acompanhar pareceres favoráveis em todos os órgãos oficiais do governo.

Cabo Maciel disse estar confiante de que o governador Omar Aziz vai tratar com a mesma humildade, dinamismo e com a mesma vontade as reivindicações dos Policiais Militares como tratou os sindicalistas da Polícia Civil.

Em nome da Polícia Militar, do Corpo de Bombeiros, das Associações dos Sub-Tenentes e Sargentos, Clube dos Oficiais, Associação da Reserva, Associação das Mulheres Esposas dos Policiais Militares e da Associação dos Cabos, Soldados e Bombeiros Militares do Amazonas, Cabo Maciel afirma que espera que o governador Omar Aziz tome uma decisão em favor da categoria, a respeito da Lei de Subsídio.

terça-feira, 22 de novembro de 2011

TRE mantém decisão e cassa vereador Ray Cabeça

PARINTINS !


Vereador estava no cargo sob efeito de liminar desde a cassação em 2008

Blog: rildomaia.com
Ray Cabeça se dizia amigo do governador

O vereador Raimundo Cardoso (PSDB), o " Ray Cabeça", chegou ao final da linha ao perder o mandato de vereador depois que o pleno do Tribunal Regional Eleitoral (TER) confirmou a decisão da juíza de primeira instância Melissa Sanches pela cassação do mandato eletivo. A informação é da Assessoria do TRE.
A decisão aconteceu agora a pouco na sessão do TRE em Manaus e o voto do Juiz Vasco do Amaral foi acompanhado à unanimidade pela corte. Com a decisão a aplicação é imediata e o vereador fica inelegível. Deve assumir no seu lugar o primeiro suplente da coligação o policial militar Linhares.

PAUTA DO DIA: LEI DE SUBSÍDIO

Deputado Cabo Maciel e Lideranças Militares vão reunir com o governador Omar Aziz

Dep. Cabo Maciel fala sobre a Lei de Subsídio ao Cel. Vital

O presidente da Associação dos Cabos e Soldados e Bombeiros Militares do Amazonas, Deputado Cabo Maciel (PR) reunirá ainda esta semana com o governador Omar Aziz para definir a Lei de Subsídio. O parlamentar convida todos os presidentes das entidades de classe a ficarem apostos para participar da reunião dentre os quais: Cel. Pacheco, presidente do Clube dos Oficiais; presidente da Associação dos Subtenentes e Sargentos da Polícia e Corpo de Bombeiros Militar do Amazonas (ASSPBMAM), 1º sargento PM Francisco Pereira da Silva, o “Pereirinha”; capitão Sandoval, presidente da Associação dos Inativos, Cel. Dias, do Corpo de Bombeiros, além da presidente Associação das Esposas dos Militares, Ângela Baracati.

O encontro faz parte de uma solicitação encaminhada pelo deputado Cabo Maciel ao governador Omar Aziz para que pudessem discutir a anteprojeto da Lei de Subsídio dos Policiais e Bombeiros Militares do Amazonas, que após cumprir todos os trâmites chegou a Casa Civil para ser apreciado e definido pelo governador.
Oficiais militares apresentam sugestão a Lei de Subsídio

Na semana passada o deputado Cabo Maciel reuniu com o Secretário de Segurança Pública, Cel. Paulo Roberto Vital, juntamente com os representantes das entidades de classe, cujo assunto em pauta foi a Lei de Subsídio, que estabelecerá melhoria salarial ao pessoal da ativa, incorporando as gratificações de tropas e de trabalho extra, além de contemplar os inativos e reformados.

A Associação dos Cabos e Soldados e Bombeiros Militares do Amazonas, presidida pelo deputado Cabo Maciel (PR), que congrega hoje, cerca de 5.400 associados em todo o Estado, vem procurando informar diariamente o andamento do processo a seus associados de suas atividades, sobretudo da Lei de Subsídio, que esperam ser aprovado.
Lideranças apresentam proposta

Lembrou o parlamentar republicano que o projeto da Lei de Subsídios já vem se arrastando e tramitando desde 2005, passou por vários ajustes em órgãos como: SEAD, PMAM, PGE, SEFAZ, AMAZONPREV até chegar a Casa Civil, em todos com parecer favorável a sua legalidade, e não tem mais onde tramitar.
Agora, o deputado Cabo Maciel acredita que na reunião com o governador Omar Aziz, juntamente com as lideranças militares a Lei de Subsídio será amplamente discutido e definido sobre sua aprovação, uma vez que já passou por todas as instancias do governo.

Deputado Cabo Maciel denuncia novo foco do mosquito da Dengue

Cabo Maciel defende a mudança do "curral" de veículos do Detran para outro local da cidade, uma vez que onde funciona atualmente.

Centenas de motocicletas ao relento

Durante seu discurso no pequeno expediente na sessão plenária de hoje (22), da Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam), o líder do PR, deputado Cabo Maciel fez um alerta as autoridades sanitária sobre o surgimento de um novo foco do (Aedes aegypti) - Mosquito da Dengue no parqueamento do Departamento Estadual de Transito (DETRAN), situado em frente a sede da Secretaria Municipal de Saúde Semsa).
Dep. Cabo Maciel mostra os veículos

Lembra o parlamentar republicano que com a chegada das chuvas a proliferação do transmissor da dengue, o Aedes aegypti, passa a ser a preocupação imediata das autoridades, que tentam eliminar possíveis focos da doença. Para tanto, o DETRAN vem contribuindo para aumentar o foco dos mosquitos.
Pneus das motos

Cabo Maciel pede providencias urgente da presidente do DETRAN, para que evite que os automóveis que estão no parqueamento do DETRAN, não concentre água parada na parte interna dos veículos. Nesses locais, a fêmea – única transmissora – descarta seus ovos, que eclodem em contato com a água. Quando o mosquito não está infectado, a picada é inofensiva.